Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anita Descomplica

Organizar nunca foi tão fácil. Complica? A Anita descomplica!

Anita Descomplica

12
Abr17

Quarto Montessoriano

Anita

0.png

 

"Nem a Educação nem a Vida se deveriam limitar às conquistas materiais. Os objetivos individuais mais importantes deveriam ser: encontrar um lugar no mundo, desenvolver um trabalho gratificante e nutrir paz e densidade interiores para ter a capacidade de amar."

Maria Montessori

 

Um quarto para crianças e não para adultos. Esta é a principal premissa de um quarto montessoriano, metodologia de ensino criada pela médica italiana Maria Montessori, por volta de 1907. O Método Montessori prioriza a autoeducação, isto é, o quarto deve oferecer elementos (estratégicamente posicionados à altura da criança) que estimulem o desenvolvimento e a autonomia de forma segura para que ela se sinta à vontade para explorar o espaço. O ponto mais importante do método não é apenas a escolha dos materiais e a sua prática mas a possibilidade de libertar a verdadeira natureza do indivíduo promovendo o desenvolvimento da educação com base na evolução da criança. Sendo o quarto a divisão da casa onde a criança passará mais tempo, deverá ser um sítio onde poderá relaxar, dormir, brincar mas acima de tudo onde possa crescer e desenvolver-se livremente e em segurança.

 

Assim sendo, um quarto montessoriano deve ter em consideração os seguintes aspetos:

 

1. Nada de berços!

 

1.jpg

Camas baixas ou colchões no chão são caraterísticas deste tipos de quarto. Deste modo a criança fica mais livre e pode circular de forma mais independente. Assim sendo, nada de berços, considerados limitadores de movimentos pois impossibilitam que a criança se deite e levante sozinha. Recomenda-se o uso de almofadas para limitar o espaço e as quedas em bebés mais pequeninos.

 

2. Prontos para se vestir!

 

2.jpg

 

Os roupeiros devem estar à altura das crianças para que possam, com facilidade, tirar ou guardar os seus pertences. Devem ser pré-selecionadas algumas opções de roupa para que a criança possa escolher livremente o que quer vestir.

 

3. Criatividade nas paredes

 

3.jpg

 

Além de dividir o quarto por setores, as paredes decoradas ajudam na composição de um ambiente criativo com cores, padrões, desenhos e formas geométricas.  

 

4. A importância do chão

 

4.jpg

 

Aqui o chão merece uma atenção especial. É nele que a criança irá gatinhar, brincar ou deitar-se enquanto lê um livro. Por isso dê especial relevância ao uso de tapetes que permitem não só deixar o ambiente mais confortável, promovem os estímulos sensoriais e ainda facilitam a limpeza do quarto. 

 

5. Dar asas à imaginação

 

5.jpg

 

Todas as crianças são naturalmente criativas e têm necessidade de se expressar. Para as incentivar, separe uma área do quarto destinada a pintar, desenhar e criar.

 

6. Histórias de encantar!

 

6.jpg

 

A leitura é a base da educação formal mas é também uma porta aberta para a imaginação e para as atividades lúdicas. Todas as crianças deveriam de ser incentivadas à leitura. Para tal, crie um espaço específico com livros indicados para a idade da criança.

 

7. A Organização não pode faltar!

 

7.jpg

 

Para aplicar bem este método é necessário planear eficazmente a organização sempre tendo em mente que as crianças deverão ter livre acesso a todos os seus pertences. Os pais deverão estar dispostos a ensinar a criança a arrumar depois de utilizar para que o quarto não se transforme num caos. Poderá ser difícil ao início mas é a base para desenvolver na criança o sentido de organização. 

 

8. A importância da iluminação

 

8.jpg

 

A iluminação tem como papel essencial deixar o quarto mais aconchegante o que proporcionará segurança à criança quando esta acordar a meio da noite. 

 

9. Espelho meu, espelho meu...

 

9.jpg

 

O espelho serve para que a criança se possa conhecer melhor e desenvolver a noção de que é independente dos outros e uma pessoa distinta da mãe. Enquanto ainda não gatinha o espelho pode ser instalado na horizontal, ao lado da cama. Mais tarde pode ficar na vertical, noutra parede. Para maior segurança deverá ser de acrílico ou instalados com uma película protetora contra quebras. Na minha opinião deverá ser tapado durante a noite, uma vez que um espelho em frente à cama dificulta o sono.

 

10. Os brinquedos

 

10.jpg

 

Em relação aos brinquedos, o método montessori defende que não estejam todos em simultâneo à disposição da criança, existindo uma rotação semanal ou quinzenal dos mesmos. No que diz respeito ao tipo de brinquedos o ideal são brinquedos não eletrónicos, imitações em miniatura de objetos da casa e objetos que transmitam som. No fundo, objetos que estimulem a imaginação, concentração e desenvolvimento das diferentes funções cerebrais, da criatividade e da imaginação.

 

Que acham? Partilham desta filosofia?

Como são os quartos dos vossos filhos?

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub